SEO é o maior gerador de leads afirma pesquisa

Segundo dados da pesquisa realizada pela empresa Webmarketing123, o SEO – Otimização de sites para ferramentas de busca – foi identificado como canal de online com maior impacto na geração de leads para as empresas B2B (Business to Business) e B2C (Business to Consumer), com 59% dos votos. As mídias sociais obtiveram 21% da preferência, à frente dos links patrocinados que ficou com apenas 20%. Os profissionais de marketing B2C também classificaram o SEO como mais importante (49%), seguido pelos serviços de CPC (26%) e mídias sociais (25%).

Os resultados da pesquisa indicam uma mudança de vulto no cenário em relação a 2011. Se comparado ao ano passado, 20% a mais de empresas B2C passaram a identificar o SEO como o canal de maior impacto, uma tendência para a qual já vínhamos chamando atenção em nosso curso de SEO. Além disso, quase 50% a mais de profissionais B2B identificaram as mídias sociais como ferramentas impactantes na geração de leads.

O relatório ainda mostra que 84% dos profissionais de marketing B2B e 80% dos B2C realizam serviços de otimização para mecanismos de busca. Um dado curioso levantado na pesquisa é que a maioria desses profissionais realiza a atividade de suas casas, com 63% e 53%, respectivamente.

Utilização do SEO nas estratégias de marketing digital

Segundo dados da pesquisa, a geração de leads é o objetivo principal de empresas B2B, com 54% das respostas. A maioria (98%) acredita que o processo de SEO detém maior impacto na geração de leads, sendo que, 55% irão manter e 43% aumentarão seus investimentos em SEO para 2013. Embora a geração de leads (22%) tenha caído para terceira colocação na lista de objetivos de marketing B2C, 45% dos profissionais B2C aumentarão seus investimentos em SEO para o próximo ano.

Uma parcela expressiva dos participantes da pesquisa, mais de três, em cada 10 entrevistados descreveram a “dificuldade em medir resultados de SEO” como um grande problema, apesar de 60% usarem pelo menos um tipo de métrica de performance para medir a eficiência de seu trabalho de otimização. Ainda assim, as medidas mais utilizadas são muito básicas como, por exemplo, o volume total de tráfego (usado por 51% dos entrevistados), volume de tráfego orgânico (49%) e o número de palavras-chave na primeira página (47%).

O uso de métricas de performance é, geralmente, mais relevante em relação ao impacto financeiro, porém, são mais difíceis de ser implementadas. Segundo a pesquisa, 36% dos respondentes analisam o número de leads qualificados, e 34% analisam leads ou vendas atribuídas à busca orgânica.

A pesquisa da Webmarketing123 também revelou que empresas do segmento B2C têm maior propensão a usar serviços de links patrocinados do que as empresas B2B (73% vs 64%). Independentemente, uma proporção maior de profissionais B2B está mantendo essa atividade em casa (44% vs 42%). As empresas B2C são mais propensas a contratar o serviço de uma agência do que as B2B (31% vs 20%). O relatório apontou também, que 40% das empresas B2C irão aumentar seus investimentos de CPC para 2013, em comparação com 31% das empresas B2B.

E você? Em que posição colocaria o SEO na sua estratégia de marketing digital? Compartilhe enviando seu comentário.

Fonte: E-commerce News

Avalie este artigo!