Quais imagens ganham mais pins no Pinterest? A resposta está nas cores

Imagens ricas em detalhes, com cores fortes e saturação de no máximo 50% são as que ganham mais pins e repins no Pinterest. A análise vem de um estudo da empresa Curalate, uma startup muito interessante especializada em programas de marketing e branding para empresas interessadas em usar o Pinterest e o Instagram como ferramenta de relacionamento com seus consumidores.

Uma prévia do estudo da Curalate, que será publicado na íntegra esta semana, foi divulgada pelos sites OnlineMediaDaily e MarketingLand.  A empresa tem um algoritmo para rastrear, comparar e identificar imagens originais dos seus clientes com as que foram publicadas pelos consumidores no Pinterest. Usando essa tecnologia, eles examinaram os pixels de mais de 500 mil imagens postadas por empresas nas suas páginas do Pinterest e estudaram cerca de 30 diferentes tipos analisando itens como rostos, textura, cor, saturação, luminosidade, brilho e aspecto geral.

Quais imagens ganham mais pins no Pinterest? A resposta está nas cores

Algumas descobertas interessantes dão a pista do que usar no futuro

  • Imagens com múltiplas cores dominantes receberam 3,25 vezes mais pins que imagens com uma cor dominante;
  • Imagens muito claras ou muito escuras não recebem repins com frequencia. A média de repinning para imagens com luminosidade média foi 20 vezes maior que a das imagens cuja cor preta era predominante e oito vezes maior do que nas imagens em que predominava o branco;
  • Imagens com vermelho, laranja ou marrom recebem duas vezes mais repins do que imagens com azul;
  • Imagens com 50% de saturação ganham quatro vezes mais repins que imagens 100% saturadas e dez vezes mais repins que imagens totalmente desaturadas;
  • Nada de fundos neutros. Images com menos de 30% de fundo ocupado ou com poucos espaços em branco são as mais cotadas a repin. Os repins caem à metade ou até a 1/4 se a imagem tiver 40% de fundo vazio ou uma única cor;
  • Textura suave ganha 17 vezes mais repins que texturas mais ásperas ou toscas;
  • Evite rostos. Segundo o estudo, imagens que não mostram pessoas têm 23% mais chance de ganhar um pin ou um repin. E, de fato, segundo o Pinterest, há 4,25 vezes mais imagens sem pessoas ou rostos nas suas páginas;

Imagens cada vez mais presentes na comunicação com clientes

Segundo entrevista do CEO e co-fundador da Curalate, Apu Gupta, ao OnlineMediaDaily, as marcas estão usando cada vez mais imagens como linguagem de comunicação com seus consumidores e por isso precisam saber estabelecer um relacionamento emocional com eles, que leva a clientes mais tolerantes a falhas da marca e mais leais.

“Isso vai além da cor e dos detalhes dos objetos. Se você agregar ciência ao processo que vem sendo usado historicamente para decidir imagens em anúncios impressos, os profissionais de marketing praticamente poderão fazer um crowdsoucing de idéias usando a plataforma para descobrir o que mais tem apelo para os consumidores”, diz Gupta.

Com informações do IDG Now

Avalie este artigo!