Por que a publicidade on-line garante vendas expressivas no mercado de comércio eletrônico do Brasil

Uma pesquisa recente das empresas Hi-Midia e M.Sense revela a importância de campanhas de marketing digital robustas no Brasil — principalmente para se alcançar os compradores de preços do país. Segundo os resultados da pesquisa, 77% dos brasileiros que fazem compras pela internet entrevistados afirmaram que colhem informações sobre produtos em sites de busca, redes sociais, blogs ou sites corporativos. Cerca de metade desses compradores on-line (47%) afirmou que os anúncios veiculados pela internet influenciam muito suas decisões de compra, enquanto apenas 38% indicaram que os anúncios na televisão pesam substancialmente nas suas decisões de compra.

O que eles compram

De acordo com a maioria (76%) dos compradores on-line entrevistados na pesquisa da Hi-Midia/M.Sense, os produtos mais comprados pela internet são eletrodomésticos e produtos de informática. Livros e peças de vestuário são outros produtos populares entre esses compradores. Estes resultados são bastante compatíveis com os divulgados em outras pesquisas de brasileiros que fazem compras pela internet.

Por que esses resultados são importantes

O Brasil foi responsável por 59% das vendas no e-commerce na América Latina em 2011. Em 2012, a e-bit, empresa de consultoria que monitora vendas no mercado de comércio eletrônico no Brasil, projeta que as vendas on-line no país alcançarão a marca dos R$ 22 bilhões (US$ 11 bilhões) em 2013. Além disso, a empresa prevê que as vendas no e-commerce no Brasil aumentarão mais de 25% em 2013, chegando a R$ 28 bilhões (US$ 14 bilhões). Em 2008, as vendas nesse mercado no Brasil somaram US$ 3,5 bilhões — o que significa que, em cinco anos, as vendas no e-commerce subiram 300% no país. Recentemente, no Natal de 2012, as vendas no e-commerce atingiram a marca de mais de R$ 3 bilhões (US$ 1,5 bilhão) e 96% dos compradores on-line brasileiros pesquisaram produtos na internet antes de comprá-los.

Considerando o volume de vendas on-line no Brasil e sua relação direta com o meio que serve tanto para anunciar produtos como para vendê-los, parece óbvio que os anunciantes devem aumentar seus investimentos na publicidade on-line. Isso se aplica particularmente a empresas cujos produtos são muito populares entre os consumidores on-line do Brasil: marcas de moda, empresas de informática (especialmente as que produzem tablets ou notebooks), fabricantes de eletrodomésticos e produtos eletrônicos, bem como editoras.

Fonte: Brasil Link

Avalie este artigo!