A loja virtual ideal para 2013

Apesar do grande número de estabelecimentos comerciais em funcionamento no país – estima-se em mais de 6 milhões em todo o Brasil, existem apenas 50 mil lojas virtuais vendendo alguma coisa pela web.

O varejo online no Brasil vai faturar R$ 20 bilhões em 2012, 30% a mais que em 2011, 75% desse faturamento está concentrando na mão de 50 lojas virtuais. 50!! E olha que essa turma ainda não faz nenhum trabalho sensacional.

No último fórum sobre e-commerce que rolou em São Paulo, por exemplo, o Roni, até então Diretor de Marketing da Netshoes, admitiu na frente de centenas de pessoas que a galera que trabalhava na Netshoes até pouco tempo atrás era sedentária.

De esportistas eles não tinham nada, e ainda assim a galera ganhava para recomendar, vender, comprar, selecionar, filtrar e oferecer milhares de artigos esportivos para milhões de pessoas a partir do conhecimento raso que eles tinham sobre a prática de esportes.

Naquele momento deu um click na cabeça da direção da Netshoes, e eles resolveram contratar uma equipe de especialistas praticantes de esportes para produzir conteúdo e sugerir os produtos realmente ideais para os clientes da Netshoes.

O comércio eletrônico no Brasil ainda tem espaço para muita gente, principalmente aqueles que tem coragem de fazer diferente, e boa vontade para atender as pessoas da maneira que elas merecem.

Se você está pensando em abrir uma loja virtual em 2013, eu tenho apenas uma dica para você: Não abra uma loja virtual com blog, abra um blog com loja virtual. Explico.

A grande maioria das vendas que passam pelas mãos das 50 maiores lojas virtuais do Brasil acabam virando vendas transacionais. As 50 maiores lojas estão vendendo tanto produto, em volumes tão absurdos, que eles não arrumam tempo ou saco para se relacionar de verdade com os seus clientes.

É ai que as novas lojas entram.

A loja virtual ideal para 2013 é aquela centrada nos clientes, em construir relacionamentos, ser social, e realmente ter disponibilidade para conversar com as pessoas.

Para tanto, eu recomendo que você aplique uma de blog à sua loja virtual. Bloguifique a sua loja virtual!

Escreva descrições autênticas para os produtos

Ao invés de copiar e colar as informações fornecidas pelos seus forncedores para a página de descrição dos produtos que você vai vender na loja, ESCREVA um texto pessoal e autêntico sobre o produto. Escreva sobre as coisas boas e ruins que o produto tem. Seja sincero. Seja HONESTO! PROVE que você conhece o produto que está vendendo ao apontar as melhores maneiras de comprar ou usar o produto. Conte a história de alguém que já usou o produto, cite frases de clientes. CHEGA de descrições técnicas!!! Você pode até colocar as descrições técnicas, mas deixa em quarto plano, escondidas.

Coloque a sua cara na loja

Ao invés de pegar as fotos dos produtos do Google ou da web, ou mesmo dos próprios fornecedores, crie as suas próprias fotos. Pega o seu iPhone ou Android e fotografe os produtos em ângulos diferentes e pessoais, destaque partes que ninguém destaca, aplique filtros as fotos para dar um ar DIFERENTE para as imagens dos produtos que você vende. Crie um padrão pessoal para todas as fotos que você tem na sua loja.

Blog tem blogueiro

Em 2013 não se esconda no escritório. O dono tem que dar as caras e assinar embaixo. Coloque a sua imagem em vídeos de produtos e vídeos de dicas de compras. Encontre uma maneira de customizar a sua loja virtual para que a fotografia dos caras que escreveram as descrições dos produtos da sua loja virtual aparecem na página dos produtos. Dessa maneira os clientes que gostaram da autenticidade do texto escrito pelo funcionário da loja vão se interessar em saber quais outros produtos o cara resenhou. Cada vez mais, os curadores – pessoas que filtram informações – farão uma enorme diferença para diferenciar os produtos que você vende.

Blog tem comentários

Na loja tradicional os comentários dos clientes ficam escondidos, relevados a segundo plano. Na loja tradicional as descrições marketeiras e técnicas dos fabricantes são consideradas mais importantes. CHEGA DISSO! A tripa de comentários dos visitantes da loja tem que ser a PRIMEIRA coisa que o cara deve olhar quando aterrisar na página de detalhe dos seus produtos. Dessa maneira o visitante se sentirá estimulado a acrescentar o seu comentário.

Calendário promocional não, calendário editorial

Ao invés de ficar promovendo preços de produtos, promoções e ofertas, comece a promover as histórias dos produtos. Ao invés da segunda-feira do preço baixo, crie a segunda-feira da entrevista com o cliente, estabeleça a terça-feira da dica sobre uso de tecnologia, a quarta-feira do ponto de vista diferente, a quinta-feira da visita técnica e divertida à fábricas de fornecedores, a sexta-feira do happy hour com os funcionários e por ai vai.

Por falar em happy hour, encontre os clientes

Estimule o encontro entre as pessoas que compram na loja virtual. Crie encontros virtuais ou presenciais onde as pessoas com interesses comuns possam trocar idéias a partir de uma pauta criada por você. Posicione-se como o grande síndico do seu mercado e não como o grande mercador de produtos xingue-lingue.

Em 2013, levante um blog com loja virtual, e não uma loja virtual com um blog para cumprir tabela.

Fonte: BizRevolution

Avalie este artigo!